Sincaf dá início a debates com prefeitáveis; Freixo é o primeiro

alt

O Sindicato Carioca dos Fiscais de Renda (Sincaf) deu início nessa segunda-feira (20), no auditório da sede, no Estácio, a um ciclo de debates que pretende contar com a participação dos principais candidatos a prefeito do Rio de Janeiro. O primeiro deles foi o candidato do PSol, Marcelo Freixo, que ouviu os anseios da categoria, suas dificuldades e expectativas em relação à próxima administração da cidade.

 
O encontro teve início com a exposição feita pelo secretário do Sincaf, Claudio Figueiredo, auxiliado pela fiscal de rendas Lia Salgado, sobre a situação da categoria, que enfrenta defasagem salarial, falta de treinamento de pessoal, e péssimas condições de trabalho, que acabam resultando na evasão de pessoal dos quadros municipais.


  
“O salário bruto de um fiscal de rendas na cidade é de R$12.941,20, muito abaixo de cidades como Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, onde a categoria receber quase R$20,5 mil”, afirmou o dirigente.
 
Algumas das principais reivindicações dos fiscais apresentadas ao candidato Marcelo Freixo foram a revisão da planta de valores do IPTU, cuja manutenção provoca distorções graves e uma perda de receita em torno de R$500 milhões/ano; solução para a burocracia que onera os custos privados; capacitação continuada, com valorização do servidor; sistema de informatização atualizado; maior segurança jurídica para os fiscais e atualização da legislação tributária hoje anacrônica.
 
Freixo se comprometeu a chamar os profissionais para um diálogo sobre as queixas e reivindicações apresentadas no encontro, coordenado pelo presidente do Sincaf, Luiz Antonio Barreto, e pelo vice-presidente Francisco Manoel Rodrigues, com participação do vereador Eliomar Coelho, candidato à reeleição.
 
“O debate sobre a qualidade do serviço público é o que estamos devendo à sociedade, e vocês serão chamados para esse debate; quero chamar o trabalho técnico para alcançar o político, através do diálogo”, garantiu aos cerca de 200 fiscais de rendas que lotaram o auditório do sindicato.
 
Entre os compromissos assumidos por Freixo, estão defesa pela valorização do servidor, através de concurso público, plano de cargos e salários para a categoria e arrecadação pública voltada para a melhoria do serviço público. Segundo o candidato, para se alcançar metas como essas, é necessário ainda atuar em conjuntos com os conselhos de políticas públicas das mais diversas áreas.
 
Já o vereador Eliomar Coelho defendeu a retomada da Comissão Parlamentar de Defesa do Servidor Público como forma de melhorar a situação não só dos fiscais de renda, como também dos demais profissionais da administração pública municipal.

Cláudia Jones
Assessoria de Comunicação SINCAF